Rinite piora na Primavera - ICOSONO Instituto Campineiro de Otorrinolaringologia e Sono

Toda mudança de estação costuma causar desconforto em pessoas que sofrem com as chamadas “alergias sazonais”. Na Primavera, uma das doenças mais comuns é a Rinite Alérgica.

Principais sintomas da Rinite Alérgica

  • Tosse
  • Coceira no nariz
  • Olhos lacrimejando
  • Espirros
  • Congestão Nasal (nariz entupido)

Isso acontece porque durante toda a estação das flores existe uma alta concentração de pólen no ar, que acaba provocando processos inflamatórios nas mucosas do nariz, e essa inflamação dá origem aos sintomas da rinite alérgica.

Diagnóstico

O diagnóstico da Rinite Alérgica é, na maioria das vezes, clínico, feito a partir da análise das queixas do paciente. Porém, também ser feito através de um exame mais detalhado: a Nasofibroscopia.

A Nasofibroscopia é uma espécie de endoscopia realizada pelo nariz, na qual uma câmera é introduzida na cavidade nasal para permitir que o Otorrinolaringologista tenha uma visão interna das estruturas e mucosas do nariz. Geralmente é um exame utilizado no diagnóstico diferencial, ou seja, para descartar a possibilidade de outras doenças, como a sinusite.

Tratamento para Rinite Alérgica

Geralmente, o tratamento para a Rinite Alérgica é feito com antialérgicos, corticóides (spray nasal) e lavagem nasal com soro fisiológico.

Prevenção

Para prevenir os casos de Rinite Alérgica na Primavera, o mais indicado é manter a casa ventilada e limpa, cobrir as camas e sofás, lavar as roupas com água morna, utilizar climatizadores de ar, realizar a lavagem nasal com soro fisiológico diariamente e, principalmente, evitar ficar em contato com plantas e flores.

Continue acompanhando nossas publicações e até a próxima!